A Felicidade nas Organizações! – Uma abordagem prática

Considero que a felicidade é um modo, ou forma como escolhemos viver a nossa vida e não um destino. Quando consideramos que a felicidade é um destino perdemos toda a beleza e a oportunidade de vivermos felizes com o que o universo nos oferece!

Nas organizações acredito que a fórmula é a mesma, devemos viver gratos com o que já alcançamos e com ações alinhadas no sentido de transformar os nossos dias em dias felizes!

O sentimento de felicidade e a sua definição intrínseca, é de alguma forma, diferente para todos os seres humanos, em alguns aspetos genéricos, estamos de acordo deque associamos a felicidade, a sentimentos e emoções positivas, sentimento de bem-estar, de realização, concretização de sonhos, a felicidade está também associada à ausência de sofrimento.

Quem lidera organizações tem como principal responsabilidade criar um ambiente onde se potencie sentimentos e emoções positivas!

O contributo de todos os líderes nas organizações passa por serem eles próprios os maiores agentes de promoção da felicidade, e como o podem fazer?

Na Samsys usamos estas abordagens:

Começar por algo muito simples, é de manhã cedo que o dia começa, cumprimentar todos os elementos com alegria e energia positiva, uma alegria e energia contagiante, esta alavanca pode ser muito útil, todos nós temos noites mal dormidas, ou preocupações que não deixaram descansar bem, se encontrarmos de manhã um cumprimentar assim, pode ajudar-nos a melhorar o nosso registo emocional e assim o dia ser mais feliz.

Demonstrar interesse genuíno nos nossos elementos de equipa, dar-lhes tempo e atenção, preocupar- se com as suas dores, sendo por vezes “o ombro amigo que faz falta”, querer saber dos seus sonhos, aqueles sonhos que os fazem mover e superarem-se, e perceber como os ajudar a concretizar.

Investir tempo em acompanhar e ajudar os elementos de equipa a se desenvolverem e evoluírem, praticar a velha máxima de ensinar a pescar em vez de oferecer o peixe, ajudar a que cada elemento de equipa desenvolva ferramentas de estudo contínuo, desta forma estaremos a contribuir para que o sentimento de autorrealização seja mais forte e consequentemente vai contribuir para um sentimento positivo de felicidade.

Sermos um verdadeiro elemento lubrificador na equipa, darmos um contributo para que a interação de todos os elementos de equipa seja mais fácil e menos conflituosa. Sermos um elemento moderador, apaziguador, um elemento que potencia a boa comunicação entre os elementos de equipa, desta forma potenciarmos o sentimento positivo de trabalho de equipa.

Envolver a equipa na definição do rumo a seguir, estimular que toda a equipa dê o seu contributo para a construção de uma equipa melhor, que a equipa apresente ideias para melhorar o negócio, desta forma potenciamos o sentimento positivo de pertença e contributo.

Dar, sim dar, dar o nosso tempo, dar a nossa atenção, dar alguns mimos e com surpresas para a equipa, na Samsys temos usado alguns destes exemplos, numa tarde de verão, presentear a equipa com gelados, no outono com castanhas assadas, no dia da mulher uma flor para todas as nossas colegas, de vez em quando trazemos frutos tipo mirtilos, outras vezes doces.

Festejar, festejar é obrigatório, todas as conquistas e superações, devem de ser festejadas, e a sua dimensão deve ser proporcional ao feito em si, porque cada vez que festejamos, cultivamos o sentimento positivo de querer de novo concretizar mais metas e objetivos.

Estes são alguns dos condimentos que praticamos na Samsys, desejo sinceramente que possam ser de ajuda para todas as organizações e a todos os que lerem este artigo.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *