Pequenas Mudanças, Grandes Impactos: Os açúcares…

Quando falamos de açúcar, a primeira imagem que nos surge são os pequenos cristais brancos, o açúcar refinado, mas será só este tipo de açúcar que importa reduzir?

Existem vários tipos de açúcares, são exemplo a sacarose, a glucose, a dextrose, a frutose, a maltose, a maltodextrina, o xarope de glucose, o xarope de milho, a geleia de milho, o açúcar invertido, o melaço e também o mel.

Se tomarmos atenção aos rótulos dos alimentos, não será surpresa encontrar algumas destas substâncias, reduzi-las da nossa alimentação é um desafio, pequeno mas que com certeza terá um grande impacto na nossa saúde.

Mudar hábitos é difícil, tanto mais quando estes tem de ser feitos em idade adulta. Vejamos o exemplo do café, deixar de colocar açúcar no café e reeducar as papilas gustativas ao verdadeiro sabor do café por exemplo não se adivinha uma tarefa fácil, no entanto, a não conseguirmos esse feito, existem alternativas que permitem que bebidas como o café e o chá possam continuar a ser consumidas sem açúcares, falo então de adoçantes.

Existem essencialmente dois tipos de adoçantes: os calóricos e os não calóricos.

Relativamente aos adoçantes calóricos, estes têm cerca de metade das calorias do açúcar, deste grupo fazem parte o manitol, o xilitol, maltitol, lactitol, o isomalte e o sorbitol.

Este tipo de adoçantes podem ser consumidos por pesso

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *