Apontamentos SD

Decifrar Pessoas – 10 Técnicas da Linguagem Corporal

O corpo reflete os pensamentos e traduz em gestos, posturas e expressões faciais os verdadeiros sentimentos das pessoas. Revela, ainda, a sua verdadeira personalidade, intenções, graus de ligação, emoções, interesses e até a posição que ocupam numa conversa. Não querer ver ou não dar importância a estes sinais do corpo é perder uma grande parte da mensagem mais verdadeira e secreta das pessoas. Saber interpretar e otimizar a linguagem corporal permitir-lhe-á ter uma vida melhor, ter emprego, proteger a família, fazer bons ou maus negócios, falar em público com sucesso, conseguir seduzir a mulher ou o homem da sua vida, compreender e comunicar melhor com os filhos e ainda ganhar mais dinheiro.

1. Sorrir

Sorrir é sinal de que não vamos atacar, revela boas intenções e vontade de ligação. Se for em grupo, entre no meio e à frente para ser identificado como mais confiante e líder.

2. Olhar <Olhos nos Olhos>

Olhar olhos nos olhos demonstra confiança e credibilidade. Cabeça levantada, queixo na horizontal e olhar nos olhos das pessoas com quem vai interagir, quando entra no local e durante o cumprimento do aperto de mão.

3. Palmas das Mãos Visíveis

Palmas das mãos visíveis e viradas para cima, postura aberta, não colocar objetos à frente do peito como malas ou livros e vire o peito para a pessoa de forma a minimizar o domínio, demonstrando total interesse e que não é nem perigoso nem uma ameaça.

4. Aparência Visual

Vista-se para impressionar e não para chocar. O ideal é vestir de forma parecida com as outras pessoas ou do modo como esperam que se vista. Adapte a sua forma de vestir à situação ou ao evento para que o identifiquem como semelhante. Não gostamos e sentimo- nos ameaçados por pessoas que percecionamos como diferentes.
Fale de igual forma, usando até o mesmo calão ou gíria, e use um perfume suave, devido à tendência que temos para desconfiar de pessoas que usam excesso de perfume.

5. Diga o Nome da Pessoa

Não poderia deixar de referir a importância do verbal nesta fase: diga o nome da pessoa! Dizer o nome irá gerar mais foco, atenção e aumentar o grau de ligação inconscientemente.
Para o poder usar tem de o ouvir; logo, obrigue-se a ouvir o nome da pessoa e durante a interação
diga-o pelo menos três vezes:

  • Início da conversa — «Muito gosto em conhecê-lo/a, «Nome”»
  • Meio da conversa — «Sim, «Nome”»
  • Fim da conversa — «Até já, “Nome”»

Temos uma necessidade primitiva de pertencer a um grupo. Na Pré-História, quem não era aceite pelo grupo não tinha acesso ao abrigo e morria. Criámos um mecanismo de sobrevivência automático para encontrar pessoas semelhantes, sermos aceites e também para detetar rapidamente as ameaças ao grupo, para assim garantir a segurança de todos.

6. Queixo da Horizontal

A posição do queixo indica o nível do ego. Se adota a posição do queixo erguido, o seu ego está elevado, podendo ser interpretado como uma pessoa egocêntrica, que quer transmitir que se sente superior naquela situação, ou que a pessoa com quem está a interagir não representa uma ameaça vê-a como menos poderosa, seja ao nível de conhecimento, força, estatuto social ou hierarquia; são aqueles a que, na gíria popular, chamamos «nariz empinado»

7. Vire o Tronco para a Pessoa

Vire o tronco para a pessoa para criar uma maior ligação inconsciente com as pessoas que quer influenciar. Isto é percebido pelo outro como interesse, e o mais provável é que lho devolvam, porque temos uma necessidade inconsciente de devolver o que nos dão. Esta técnica funciona tal como quando quer pedir um favor. Para ter mais sucesso no pedido, primeiro faça um pequeno favor à pessoa, depois esta sente que tem de retribuir.

8. Mexa os Braços e as Mãos

Nos dias de hoje passamos muito tempo sentados, em reuniões, apresentações, negociações, e os braços são uma fonte importante de informação de honestidade e domínio.
Um bom sinal de alerta é a ausência de movimento dos braços, ou então quando escondem as mãos debaixo da mesa: a pessoa quer passar despercebida porque poderá estar a esconder alguma informação ou fez algo errado. Porém, também deverá desconfiar do excesso de movimentos com os braços.
Ao esticar os braços e colocá-los por cima da cadeira ao lado, está a ocupar demasiado espaço, é uma demonstração de poder e domínio, a pessoa sente que domina o local. As mãos devem estar calmas e os movimentos controlados para gerar confiança, o que não acontece frequentemente.

9. Pés Ligeiramente Afastados

Quantas pessoas dizem que são dominantes, líderes, confiantes, que enfrentam tudo e todos e que têm autoridade, mas que entrelaçam as pernas quando falam. É uma mensagem contraditória. A distância entre os pés é o melhor indicador de confiança e domínio, quanto maior for a distância entre os pés, mais territorial e autoritária é a pessoa. Vá buscar uma fotografia antiga de grupo e repare na distância entre os pés de cada um. Lembre-se de que quanto for maior for a distância, mais poderosa essa pessoa se sente.
Para otimizar a imagem de confiança e autoridade de pé ou sentado, assente bem os pés no chão, afaste-os ligeiramente, não mais do que a largura dos ombros As senhoras, em vez de afastarem os pés, podem avançar ligeiramente um pé ou afastar ligeiramente o joelho.

10. Proteja-se!!! Microexpressão Desprezo

O levantar um só lado dos lábios, ou seja, sorrir assimetricamente, está associado à expressão facial de desprezo, revela ausência de consideração, superioridade moral e que não considera o outro como ameaça; é um sentimento que poderá ter quando se sente superior. Tenha atenção redobrada em situações de negociação, gestão de equipas ou relações conjugais, e fique atento a este sinal. Numa negociação pode indicar que é ou foi uma presa fácil; em gestão de equipas indica que a pessoa não considera nem valoriza a sua liderança; e em relações conjugais, quanto mais vezes surgir esta expressão em discussões, maior é a probabilidade de divórcio.

Alexandre Monteiro

Especialista em Decifrar Pessoas

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *